João Guimarães Rosa

Confira o Resumo da Obra:

+ A Hora e a Vez de Augusto Matraga
+ Conversa de Bois
+ Manuelzão e Miquelim


  

Conheça mais sobre o Autor (a) : João Guimarães Rosa

Médico, geógrafo e escritor brasileiro nascido em Cordisburgo, MG, considerado o renovador da moderna literatura brasileira. Formado em medicina (1930), destacou na revolução paulista (1932) foi médico da força pública estadual.

Exerceu a medicina até entrar para a carreira diplomática (1934), onde ocupou vários postos em Hamburgo, Paris e Bogotá, e foi membro da delegação brasileira à Conferência da Paz em Paris e, também, secretário-geral da representação brasileira à IX Conferência Interamericana. Chefe do serviço de demarcação de fronteiras, fez muitas viagens pelo interior do Brasil.

Sua primeira obra foi Magma, um livro de contos, com o qual obteve um prêmio da Academia, porém este livro ficaria inédito. Estreou realmente para o público com um livro de contos que se tornaria um marco em nossa literatura, Sagarana (1946), e sua consagração definitiva viria dez anos depois, com o romance Grande sertão: veredas (1956). Vários dos seus livros foram traduzidos na França, Itália, Estados Unidos, Canadá, Espanha e Alemanha.

Eleito para a Academia Brasileira de Letras (1963), tomou posse três dias antes de morrer, no Rio de Janeiro, RJ. Em sua obra ganharam fama o livro de contos Sagarana (1946), que o consagrou como escritor, Corpo de baile (1956), em dois volumes, Grande sertão: veredas (1956), seu único romance e uma das obras máximas da literatura brasileira, os livros de contos Primeiras estórias (1962), Estas estórias (1969) e Tutaméia: terceiras estórias (1967), Estas estórias (1969) e Ave, palavra (1970), uma coletânea de poemas, anotações de viagem e notas íntimas.