Manuel Antônio de Almeida

Confira o Resumo da Obra:

+ Memórias de Um Sargento de Milícias


  

Conheça mais sobre o Autor (a) : Manuel Antônio de Almeida

Romancista e cronista brasileiro nascido no Rio de Janeiro, RJ, um dos precursores do realismo e do romance urbano no Brasil. Órfão de pai aos 10 anos, conseguiu se formar em medicina (1852). Passa a trabalhar como revisor e redator no jornal Correio Mercantil, no qual publica seu único romance, Memórias de um Sargento de Milícias, em forma de folhetim (1852-1853), assinando com o pseudônimo Um Brasileiro.

Escrito de forma irreverente e muitas vezes mordaz, com um texto tratando da vida da classe média baixa carioca na época de D. João VI, na época o romance passa despercebido pela crítica, porém tornou-se valorizado pelos modernistas (1922). Nomeado administrador da Tipografia Nacional, conheceu um aprendiz de tipógrafo que se tornaria o famoso Machado de Assis. Escrevendo críticas literárias, crônicas e reportagens para jornais, ainda publicou o drama lírico Dois Amores (1861), mas morreu prematuramente, no naufrágio do vapor Hermes, perto de Macaé (RJ), numa viagem de campanha por uma cadeira de deputado provincial.

Fonte: http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/